quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Nestes últimos dias ando dando passos lentos. Ando me anulando. Desejo não sair do meu quarto, e não me importo com os minutos que se estende, e inteiramente desprovida de anseio. Não pretendo absolutamente nada. Simplesmente ficar no meu canto.Inteiramente em silencio,sofrendo com meu próprio calar.Ficar no meu universo.É neste universo que abre espaço para o meu pensar. Eu só estou querendo me afastar destes pensamentos que me assustam. E criam em mim a idéia de que o passado é fruto do sofrimento presente.E que o presente é colhido de futuro sofrido. Minhas idéias continuam escuras. E me parece que tudo aquilo que plantei não esta criando frutos.Talvez nem crie.Afinal toda flor nasce em todos corações que plantamos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário