domingo, 11 de setembro de 2011

As vezes há um deslize na minha mente,aprendo a me ver.Apenas vejo!Gosto de me observar, de me perder nas ideias bobas.Sem direção.Construo e desconstruo de um jeito estranho de me ver.Carrego comigo todas as canções lembradas da janela da minha vida.
Valorizo a vida cada momento trazendo consigo um significado muito maior do que aparente.
Maria Flor senti o gosto dos seus atos.