sábado, 20 de outubro de 2012


Resumido:
Preciso registrar, mas detalhes de pequenas coisas. Que seja um pouco a cada dia. Decifrei algumas lembranças antigas, senti saudades dos detalhes pequeninos. O cheiro o toque o simples olhar. Mas também, á um sorriso boba: quanto mais me lembra, melhor fica os detalhes. Ok, talvez o tempo leve embora estas lembranças de pequenos detalhes. Eu realmente não sei. Única coisa que realmente sei, é que sou autora da minha história, então desenhei todas as cores e abraços deste pequeno detalhe de lembranças coloridas. Sei que fui ingênua de acreditar, isso é um fato.  Eu apenas senti da melhor maneira que pude. Palavra difícil nunca consegue falar. Criar concordâncias e poesia, só consigo nos pequenos detalhes da escrita. Talvez este seja meu maior defeito não falar o que precisa ser dito. Mas ninguém é perfeito. Deixe estar, o tempo dirá. Como diz esta frase de um certo autor:
“Amo a liberdade, por isso deixo as coisas que amo livres. Se elas voltarem é porque as conquistei. Se não voltarem é porque nunca as possuí.”
Maria Flor acredita nesta frase....

Nenhum comentário:

Postar um comentário