sábado, 6 de outubro de 2012


 O sol já clareia no meu quarto as luzes iluminam em toda parte. O dia de verão se anuncia. Meu ainversario se aproxima que medo! 18 de novembro 2012 31 anos. Mas não importa pois as cores coloridas irradiam nas flores que Maria Flor coloca no seu cabelo. Meu sorriso já fica com cara de covinhas por todo rosto. Os vestidos de Maria Flor desenham palavras bem bobas só pra dizer o quanto Maria flor é pequenina neste mundo. O mar entra no meu intimo. Seu cheiro é tão presente que me lembro dos detalhes do meu cabelo arrepiado. Tenho saudades de olhar no fundo do azul do mar. Acho que foi o sol iluminando que me fez relembrar. Será que o verão me trará as flores? Ainda lembro-me de janeiro. Clara Nunes e os tambores do maracatu e minha saia girando nos dias de verão. E tão bonito ver a simplicidade do som dos tambores. A alma simples, á gente se conhece no íntimo, a gente se reconhece nos suspiros, na troca de olhares. Á lindo tambores. Maria Flor sente orgulho de ser Brasileira. Lembro-me dos abraços sinceros, das danças folclóricas. É principalmente das cores de verão. Maria Flor se senti viva com giros da sua saia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário