sexta-feira, 2 de novembro de 2012


Foi ontem que me coração me desafiou à ligar de um numero restrito, mas uma vez, o silencio falou por mim. Faltam dois meses para terminar o ano, e isso me assustou. Talvez seja a dose de vodka também. Eu fiz! O fato é que foi ontem que me deu melancolia desses dias tão confusos que seguiram deste ano 2012. Maria Flor  viveu dias em espera de primavera, agora só me restam  duas folhinhas no calendário. Ontem, quando chegou Novembro  lembrei do meu aniversario de 30 anos, fiquei  com memorias de planos não realizados. Meu coração se calou por um minuto.A vida segue, apreende que em um dia, você acredita em algo e no outro não.  Lentamente, os dias do calendário se seguem. Os mês vão passando. E a vida segue.  O ano parece a memoria de um trem, ora mas bonito, ora mas triste. As cenas voltam na memoria com uma intensidade forte em Maria Flor. Lembro do ultimo abraço “Fevereiro .“
Chego ao presente sinto paz e confusão. Observo as cenas na janela deste trem. Tento lembrar somente do que trouxe flores. Mas os espinhos ainda são muito forte em Maria Flor. Me protejo com tecidos coloridos, atra-vez dos meus vestidos e junto  levo as marcas deixadas em minha alma.
Os dias atuais me alegram com um lindo sorriso brilhante.As horas passam rápidas com o meu falecido Messenger(MSN),que agora resolvi ressuscitar,quem sabe assim fico mas perto. Mas sei que isso não me trazem segurança. E segurança se dá com verdade. Não adianta se enganar com as aparências, porque o que há de, mas bela é a transparência da aguá. Maria Flor não se engane novamente.
Novembro chegou! Mas um ano se aproxima do fim.
A chegada de um novo ano se aproxima. Novos dias viram e a viagem deste trem tem que continuar. Sigo a espera de um novo ano. Com a chegada do carnaval como diz aquela musica do Chico Buarque “Cicatrizes” que dure em quanto é carnaval.
Maria Flor completa 31 anos 18/11/2012.




Nenhum comentário:

Postar um comentário