quinta-feira, 19 de setembro de 2013



Essa noite adormeci com pensamentos confusos, talvez porque tem um péssimo habito de analisar sem compreender. Sabe, quando as oportunidades não importam muito, quando o tempo faz você se tornar duro, mesmo que seu coração seja doce e os dias são mencionados com lindo despertar? Pois então, é mais ou menos assim que tenho me sentido. Não vou dizer que estou na onda pessimista. Juro que não é isto! Nem que sou uma pessoa amarga. Só que prefiro ser realista ultimamente.

Maria Flor sempre olhou para seu coração com tanta doçura.  Seus sonhos sempre foram tão simples. Sei lá, eu sempre senti que todos os meus abraços, me trariam segurança. Mas não foi bem assim que as coisas aconteceram.

Mas não culpo ninguém, nem mesmo a vida. Só a mim mesmo. Eu juro!

Maria Flor às vezes tem reações agressivas sim. Grita, chora, xinga, culpa mundo ao seu redor. Simplesmente não concorda.Mas é só por um período, onde seu coração se sente incompreendido. É  inevitável!  Mas forte que Maria Flor. Talvez o tempo tenha me mostrado que não existe controle sobre os fatos. E justo para Maria Flor, que sempre achou que seu pequeno coração construiria fortaleza contra os fatos.

Porém nem sempre o amor que se sente é o amor que se tem.  Mas não me importo, mas.  Fiz o meu melhor. Disso Maria Flor tem certeza.

Juro que vou tentar ser mas compreensiva. Foi isto que pensei esta noite quando adormeci.

Maria Flor vive dias de reflexão .

Nenhum comentário:

Postar um comentário