segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Sou uma moça meio estranha, do tipo nem um pouco politica,acho que desde sempre.Que demostra tudo só no olhar.Por isto continuo sozinha. Fui a menina que acreditava em príncipes encantados de corações valentes, meu único problema é que espanto meus príncipes de mim. Com este meu jeito grosseiro de ser.Ninguém manda ser ogra.Ou sou explosiva demais ou vivo em excesso de exageros. Se bem que de uns tempos para cá, estou em raciocínio logico mesmo. Faz tempo que não sei o que é coração carinhoso
Entreguei minhas escolhas ao destino. Queria tanto ficar onde estou.Meu coração pulsa tanto. Mas não posso simplesmente pedir para vida esperar minhas cicatrizes passarem. Seria muito egoísmo meu. A poesia de cordel me fascina. Meus olhos voltaram a sorrir como nunca mas, no primeiro momento que o vi. Sempre tentei me proteger do brilho desta poesia. Acabei demonstrando meu lado amargo e o  tempo passo, perdi tudo que me restava de alguma chance. 
Sabe foi assim:
A poesia entrou na minha porta. Meu rosto encosto na poesia e meu coração bateu mas forte. Meus lábios foram tocados 2 vezes  na mesma poesia de cordel e meus pés dançaram juntos também. Um lindo pé de serra e até Chico também. E os meus olhos foram de encontro a mesma poesia.Como toda poesia cordel linda é encantadora fez do coração da moça algo bom de guardar. Maria Flor cheia de cicatrizes não deu conta de demostrar tudo que deveria.O tempo correu e a poesia de cordel linda continua a encantar o mundo. E já tem um novo coração batendo.Maria flor guarda dentro do seu coração os versos mas bonitos desta poesia. Que a vida siga para o melhor caminho.Tenho que desejar todo de melhor mesmo com o coração partido em mil. Porque o sorriso desta poesia é o que brilha em mim. 

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Queria ser do tipo que foge para qualquer lugar, mas infelizmente não sou assim. Enfrento meu mundo interno sem cessar. Sempre fui criticada por isto. Nunca me engano com este mundo externo. Sou do tipo que acredita no invisível mesmo que todas as provas me digam não. Porque ser verdade neste mundo não é para os fracos. Nunca foi. Mas não sou a dona da verdade estou longe de ser. Tenho uma casca muito grande em torno de mim, preciso me desfazer dela. Talvez a vida me mostre que preciso ser flexível para algumas coisas. Mas acho que preciso resgatar a minha fé.  É ela que me move para algum lugar.  Nunca foi do tipo que ama e desama as pessoas. Acho que ainda acredito que o amor é algo muito maior que troca de relacionamento. Vejo o quanto é simples de descobri o verdadeiro amor para as pessoas! Mas ai o tempo passa e os mesmo erros se mantem. A projeção das frustrações no outro permanece. Acredito no amor sim. Mas como eu disse algumas vezes na construção diária dele. Isto é feito do dia -dia. Não se ama da noite por dia. Não se constrói confiança a base de mentiras. Nunca acreditei em palavras mas sim em atitudes de afeto. O afeto é algo que vem por afinidade. Talvez isto tenha uma forte influencia de outras vidas. Pelo menos acredito nisso. Sempre fui do tipo que acredita que o amor fortalece por si só. Sem cobranças sem expectativas. Mas preciso de qualquer forma pisar no chão, afinal estou na terra. De forma permanente eu sei. Mas de qualquer modo estou aqui. Reajo  de forma agressiva aos meu sentimentos e é isto que me deixa chateada. Porque tento me proteger é acabo magoando quem não queria. Mas tenho que sofrer as consequências das minhas escolhas mesmo que doa profundamente em mim. Escolho a sinceridade dentro do meu coração. Que assim seja!

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Tem momentos que é mais complicado que outros. Eu permaneço em silencio e meu coração tenta reconhecer a onde foi que eu me perdi, mas meus olhos tem uma visão nebulosa e incompreensível. O coração  aperta com aquela vontade de ficar, mas a boca cala qualquer sentimento.. Meu peito fica pequeno e apertado, como se quisesse desaparecer aqui dentro. O silencio toma conta de mim.  Meus braços me abraçam para acalmar meu coração. Não consigo compreender aonde quero chegar. Ainda existe uma lacuna enorme aqui dentro que  me faz querer mas do que tudo minha razão. Esta lacuna me separa de tudo que tenta permanecer por perto. Minha mente vive momentos de interrogações. Meus lábios formam milhões de palavras que não foram pronunciadas e ainda continuam sobrando aqui dentro. 
A voz não sai e minha mente vivência o silencio. Dói  não ver o sorriso de minha alma.  

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Aqui estou eu em silencio como sempre. Fazendo das minhas escolhas um coração solitário não tem jeito. Os livros de literatura é a minha companhia.Passam das quatro da madrugada,  meus pensamentos  viajam para dentro de mim. Ridiculamente penso penso penso.Preciso encontrar a paz novamente! O tempo tem que curar. A distancia também. Não posso arriscar qualquer expectativa errada desta vez. Eu juro que não. 
Tranquei a chave do meu coração  sem receio e sem piedade.
 Meus pés ficaram no chão.  

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Quando me perguntam você não quer ter filhos. Penso que mulher não quer ser mãe na sua existência. Mas penso que antes de pensar na minha existência. Penso em ser humana ao trazer um ser sem estrutura neste mundo de cão. O amor esta tão ausente, a cobiça a ira faz da evolução um mundo longe do ideal. Ser mãe é, mas que isto. É uma missão de transferência de conhecimento.  A consciência da alma fala, mas auto. Como posso pensar em ter um filho em mundo onde o ter é, mas forte que o ser. Claro que isto não é impossível de pensar. Mas se um dia acontecer por uma intervenção do universo minha consciência se voltara para o meu ato de ser humana..  Adora a ideia de adotar uma criança. Ela já foi trazida para este mundo não tem jeito. Vai ter que sobreviver com tantas coisas. Gosto da ideia de mostrar que o bem existe em pequenos atos, O amor se constrói nisso. Estou lendo sobre partos naturais por isto este tema me comove. É tão lindo a natureza feminina.  Pena que infelizmente  a maioria das mulheres não tenham noção do que seja isto. Mas enfim cada ser tem sua própria opinião. Mas penso que o dom de evolução se faz em um mundo de respeito de consciência. Não temos agua, mas! A agua é a fonte de energia humana. Onde vamos parar? Mas precisamos da evolução. Por isto estamos aqui.

Que as mulheres tenham consciência ao gerar uma criança na terra. Que o amor prevaleça.

sábado, 1 de agosto de 2015

A vida nos traz pequenos atos que, sempre me deixa feliz. Sabe aquelas horas que você sorri com simples obrigado? A vida sempre da retorno, com seus gestos de fraternidade  ajudar é sempre grandioso. Para tornar a existência, mas bonita, estou praticando a arte de ouvir, mas, desapegar de alguns vícios que tende ao julgamento das coisas. Estou tentando não ser tão teimosa e reclamar menos de tudo, porque tem coisas que não depende de você acontecer, mas sim da vida.


O negocio é dançar com musica. Um dia destes transformo meus atos em atitudes grandiosas.