quinta-feira, 1 de outubro de 2015

O dia amanheceu meio branco e preto que encobria as nuvens do céu que o vento arrastava todo azul e balançava as janelas.  
Existia algo onde deveria buscar novamente o brilho colorido dentro de mim. Havia perdido o colorido em algum lugar dentro de mim. 
Talvez em um desses dias que agente levanta meio desanimado do nada com a vida simplesmente porque as coisas tomam outro rumo. E não saí da maneira que você espera. E você fica parada querendo muito aquilo, mas não consegue se mover. É eu sei! Puro egoísmo humano.   
Meus passos ficam, mas lentos meus olhos brilham e ficam úmidos. Tenho a mania  clara de  expressar meu olhar do que reflete em minha alma. As covinhas do meu rosto  que expressão meu sorriso aparecem levemente  sem muito movimento.
Meus pensamentos buscam em recordações antigas, de um passado recente. Onde devo estar?  O que devo fazer?
Eu planejei em minha mente um lindo desenho  de onde devo recomeçar  é consertar os desenhos que projetei errado dentro de mim.
Recomeço.

Ainda há tantos defeitos a ser refeitos e entendidos. Preciso aprender a olhar o mundo de outro horizonte. Julgar menos! Silenciar mas aqui dentro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário