sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Vou dar início como acho que deve ser. Claro que nem sempre sou a dona do certo ou do errado.  Porque tenho absoluta certeza que não sou. Jamais serei a dona da verdade. Ate porque o mundo e feito de diversidade de opiniões. Só tenho um jeito diferente de ver as coisas, e às vezes pareço arrogante por ter uma opinião das coisas. Simplesmente por entender da minha maneira. Mas juro de coração que respeito cada um. Cada modo de vida vivido e entendido no universo. Só procuro ver o que é melhor para mim. Às vezes parece até egoísmo sabe? Mas tenho que pensar na equação que traga para minha vida alguma resposta digna de mim. De meus príncipes. Do que eu acredito ser a verdade. Não que a minha verdade seja certa. Mas é o que eu acredito. Do que vale um coração vazio?
Viver é ótimo. Estar na terra sentir o mar as folhas a chuva o abraço o beijo. Mas nada disso preenche o coração se não for construído de confiança verdade. O mundo anda tão clichê que é difícil entender certas coisas, confessa. Felicidade virou repertório musical.
Gostava do tempo que a felicidade era a forma do meu sorriso quando meus dias eram cheios de esperança verdade por simplesmente estar viva. 
O mundo tem a necessidade de ser ouvido a todo momento por redes sociais. O amor virou rede social. O amor não precisa estar na rede social ele pode  simplesmente ser sutil, porque quando se ama ele aparece na forma mas simples de se expressar. Em pequenas coisas sabe? Enfim esta é a minha opinião sobre a literatura do amor kkk.

Não se faz  silencio, para ouvir o coração. Não se tira foto de recordação.  É claro que estamos no século da evolução. E natural que tudo seja moderno e a informação chegue logo. O problema e a necessidade de mostrar o que não se é. Mas enfim cada qual entende a sua maneira. Não há problema em dizer o que se senti ou pensa. A única questão é a forma de disser. Gosto de ouvir o que o silencio me diz. Ele me diz coisas tão incríveis. E ao mesmo tempo assustadoras. Será que um dia vou entender? Que declaração de amor se faz em redes sócias. Estatutos de relacionamentos também se faz em rede sociais.
Gosto tanto da poesia dos livros, dos blog. da forma que o autor fala e retrata seus gêneros sem nomes sem endereços é genial. 
Acho que é por isto que gosto tanto de cultura popular porque sua forma de expressar seu sentimento é a mas simples e mas verdadeira que conheço. Pura declaração de amor. Maria Flor adora declarações de amor com olhos da verdade.Cores de vida. é amor sendo pintado dentro dos corações.  É ai que esta a diferença de mostrar o que se sente! Porque o que se senti se fala com a vida. O respeito se constrói da simplicidade de ser você mesmo. Nos seus atos silenciosos. Sem plateia. Esta é a minha melhor forma de viver.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário