sexta-feira, 13 de maio de 2016

Vou ser franca, mas minha lembrança anda meio estranha quando tento memorizar os fatos que começaram a me contraria. simplesmente tenho pânico  excessivo desses monstros miúdos e sombrios .Basta pensar neles, que me apavoro e tudo começa. Um suor vai brotando em mim eu fico em constate estado de alerta. Preparo-me para correr de qualquer ataque. Acho que por isso acabo sendo agressiva algumas vezes. Sem motivo em qualquer razão. Tento me proteger dentro do meu casulo.

Sei que o mundo não é perfeito e não existe certo ou errado. Mas prefiro ser realista comigo. Só comigo. Sabe quando você tenta se entender por dentro. Mas falha quase sempre quando não arrisca?
Sim, estou fracassando com milhões de abelhas dentro de mim. Tenho coisas tão doces e coloridas dentro do meu coração, mas não consigo me permitir que a doçura sai de dentro de mim. Preciso distribuir este mel urgentemente. Tomara que ainda haja tempo. Maria flor vive dias de colmeia dentro de si.

sábado, 7 de maio de 2016

Demorei a compreender os fatos. Mas acho que não posso fugir de nada, mas e melhor que eu saiba. Que eu veja. Só assim tenho que me acostumara aprender  que as escolhas são opção de cada um. Sei lá, sempre quis ficar longe  para não me machucar, mas a verdade é que estando perto não fantasio. Desculpa Maria Flor, mas a sinceridade é a melhor forma de você aprender. Sério! Não é  algo que me faz compreender melhor meus sentimentos, porque sei que, como diz o eterno poeta ''o invisível e essencial ao homem.''
Mas acho que este estar perto invisível seja, mas doloroso do que estar perto de corpo e alma. Tenho tanta vontade de estar perto. Mas acho que tenho  que me preservar em alguns momentos. A culpa não é de ninguém. Só minha, e do que compreendo sobre o mundo.
Que meu coração seja sincero como sempre foi comigo. Estou sempre com vc  mesmo que vc nem imagine. Não importa talvez o meu maior erro é não fazer me compreender!
Mas ainda bem tenho minha escrita, meus poemas e os grandes poetas que moram dentro de mim. Como diria os poetas:
Moça você é mas poesia que mulher!!

segunda-feira, 2 de maio de 2016

Acho que posso dizer que já fui foi uma menina. Ela sorria e brincava de fada algumas vezes. Ela sempre acreditava que o bem sempre vencia. Que os coloridos de seus dias nunca acabavam.E seu mundo de brilhos sempre permanecia diversas vezes por dentro dela, todos os dias. 
A menina cresceu, e seus dias coloridos não são, mas o mesmo. Quanto mais a idade, seu olhar leva no brilho o peso dos seus sentidos. Aqui adentro ficam expressões conhecidas. Memorias perdidas.No instante percebe o quanto crescer é um processo difícil de ter lucide, e seguir em frente.  Entrar no eixo.
 Sinto tanta falta  dos gestos de menina, acreditar nos dias. Naquele calor.
 Contos e fantasias que lhe traziam esperança de dias verdadeiros.Preciso buscar dentro de mim aquela menina de sorrisos de esperança. Quem sabe assim, transformo meus dias em leveza.

.