segunda-feira, 2 de maio de 2016

Acho que posso dizer que já fui foi uma menina. Ela sorria e brincava de fada algumas vezes. Ela sempre acreditava que o bem sempre vencia. Que os coloridos de seus dias nunca acabavam.E seu mundo de brilhos sempre permanecia diversas vezes por dentro dela, todos os dias. 
A menina cresceu, e seus dias coloridos não são, mas o mesmo. Quanto mais a idade, seu olhar leva no brilho o peso dos seus sentidos. Aqui adentro ficam expressões conhecidas. Memorias perdidas.No instante percebe o quanto crescer é um processo difícil de ter lucide, e seguir em frente.  Entrar no eixo.
 Sinto tanta falta  dos gestos de menina, acreditar nos dias. Naquele calor.
 Contos e fantasias que lhe traziam esperança de dias verdadeiros.Preciso buscar dentro de mim aquela menina de sorrisos de esperança. Quem sabe assim, transformo meus dias em leveza.

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário