domingo, 24 de julho de 2016

Eu uma moça cansada de tanta desilusão. Tinha jurada que meu coração não teria mas emoções forte. Até que uma noite qualquer surge do meio à poesia de cordel pulsando com um brilho tão forte que meu olhos fecharam. Fiz de tudo para acreditar que aquilo era arte e não um encanto.  Meus olhos iluminaram sobre seu sorriso. Nossos caminhos tinham se cruzado e eu não estava preparada. Você era só um menino e eu uma moça que não podia ser tocada dentro do coração, pois havia muitas Cicatrizes.  Mas seu brilho iluminava a cidade é havia luz por todo lado, eu não era a única moça que suspirava sobre sorriso.Mas tudo bem isso era um bom motivo de me manter longe. Acreditei profundamente que nossos mundos eram diferentes. Deixei a poesia ir embora, mesmo que ela cantasse dentro de mim.  Vi todas as suas poesias de amor. Respeitei deixei vc ir.  Mas minha alma permanecia o encanto  com gosto de chocolate.
E hj vejo que a verdade é que somos iguais andamos sobre a mesma poesia de Cordel.
O senhor e a senhoria andamos com a mesma teimosia. O lema de vida. Tudo bem.
Eu continuo sentindo  escondido como na primeira vez mesmo que só aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário