domingo, 4 de setembro de 2016


Bom dia Maria Flor...!!

[...] Poderíamos morar numa casinha de sapê, rústica, na praia ou numa montanha (ou as duas coisas), com o verde dos lados, o azul na frente e, ao entardecer, teríamos o rosa alaranjado, misturando-se ao azul escuro da noite que vem chegando pra juntinho de nós, pintando o céu com bolinhas brilhantes, convidando a gente a se deitar na areia ou na rede da varanda e assistir ao semblante da natureza nos espiar lá de cima, enquanto a gente se deixa embalar por ela, pela brisa, pelo afeto e pelas horas quietas que insistiriam em passar ligeiro só pra teimar comigo, que as queria escorrendo mais lentamente, pra que eu pudesse te ter no meu colo por mais tempo, mais um bocadinho que fosse, mas sairia ganhando, estava no lucro. Teria você. [...]

 Ester Barroso

Nenhum comentário:

Postar um comentário